Translator / Traducteur / Übersetzer / översättaren / переводчик / 翻訳者

O NOSSO PROPÓSITO

O Capitão Haddock da banda desenhada do Tintin é uma boa caricatura de como se atribui a relação entre o mar e as garrafas ao alcoolismo dos marinheiros. No entanto a relação que mais nos interessa é a de que os marinheiros tinham com as garrafas já vazias. Tal como com o álcool, a atenção requerida pela introdução de modelos de veleiros no interior de garrafas -pelos seus gargalos- fazia-os evadirem-se da sua dura realidade. Ao contrário das fantasias de Baco o resultado desta outra relação era uma fantasia perdurável com um significado quase bíblico, o do buraco da agulha e do camelo.

O Mar das Garrafas será um espaço de divulgação de uma arte que, mais do que uma evasão, constitui um meio de trabalhar a persistência. Aqui apresentarei trabalhos já realizados, outros a realizar, trabalhos de outros, os resultados da minha pesquisa contínua sobre a história e as mútiplas envolvências desta arte, especialmente a das embarcações tradicionais.

sábado, 31 de outubro de 2009

O mar do "vieux cachalot"

Naveguei por uma galeria fotográfica de um "compagnon de route" com a alcunha de "vieux cachalot". Henry Rannou, é Bretão, tem um blogue magnífico  -já  listado-  chamado Aventures en Bouteilles e, além disso, é autor de vários livros sobre a matéria, nomeadamente um, intitulado  Guide du Modélisme Naval .
Como, infelizmente, não lhe posso pedir permissão para apresentar os seus trabalhos, pois não revela qualquer endereço, atrevo-me a pedir-lhe emprestada uma fotografia do seu trabalho com o navio escola português  Sagres.
Poderão ver que o mar deste marinheiro é de grande beleza.



1 comentário:

Ana Maria Lopes disse...

Bem bonita, a nossa "Sagres".
Continue com o Mar das garrafas;
assim, estaremos mais a par.