Translator / Traducteur / Übersetzer / översättaren / переводчик / 翻訳者

O NOSSO PROPÓSITO

O Capitão Haddock da banda desenhada do Tintin é uma boa caricatura de como se atribui a relação entre o mar e as garrafas ao alcoolismo dos marinheiros. No entanto a relação que mais nos interessa é a de que os marinheiros tinham com as garrafas já vazias. Tal como com o álcool, a atenção requerida pela introdução de modelos de veleiros no interior de garrafas -pelos seus gargalos- fazia-os evadirem-se da sua dura realidade. Ao contrário das fantasias de Baco o resultado desta outra relação era uma fantasia perdurável com um significado quase bíblico, o do buraco da agulha e do camelo.

O Mar das Garrafas será um espaço de divulgação de uma arte que, mais do que uma evasão, constitui um meio de trabalhar a persistência. Aqui apresentarei trabalhos já realizados, outros a realizar, trabalhos de outros, os resultados da minha pesquisa contínua sobre a história e as mútiplas envolvências desta arte, especialmente a das embarcações tradicionais.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

A Fragata Blackwall do Joaquim

  O Joaquim foi o amigo com quem partilhei o primeiro ano de estadia na ilha onde descobri o mar das garrafas. Alguns anos depois ofereci-lhe uma garrafa com um dos meus primeiros modelos onde já se vê alguma preocupação com o detalhe, nomeadamente nos mastros.
  A garrafa que ofereci ao Joaquim teve, porém, uma história interessante. Numa primeira tentativa de erguer os mastros parti um dos cabos e só restava uma de duas soluções: ou partia a garrafa e salvava o barco (que tinha levado alguns meses a realizar) ou destruía o barco para salvar a garrafa. A segunda opção foi a escolhida porque era impensável partir uma bela e muito antiga garrafa de boticário e, assim, tive que realizar um segundo modelo. Uma coisa é certa, não precisei de voltar a fazer o suporte para a garrafa e nenhum foi tão belo como aquele!

Sem comentários: