Translator / Traducteur / Übersetzer / översättaren / переводчик / 翻訳者

O NOSSO PROPÓSITO

O Capitão Haddock da banda desenhada do Tintin é uma boa caricatura de como se atribui a relação entre o mar e as garrafas ao alcoolismo dos marinheiros. No entanto a relação que mais nos interessa é a de que os marinheiros tinham com as garrafas já vazias. Tal como com o álcool, a atenção requerida pela introdução de modelos de veleiros no interior de garrafas -pelos seus gargalos- fazia-os evadirem-se da sua dura realidade. Ao contrário das fantasias de Baco o resultado desta outra relação era uma fantasia perdurável com um significado quase bíblico, o do buraco da agulha e do camelo.

O Mar das Garrafas será um espaço de divulgação de uma arte que, mais do que uma evasão, constitui um meio de trabalhar a persistência. Aqui apresentarei trabalhos já realizados, outros a realizar, trabalhos de outros, os resultados da minha pesquisa contínua sobre a história e as mútiplas envolvências desta arte, especialmente a das embarcações tradicionais.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Marinheiros do Mar das Garrafas: José A. Ferreira

José Alberto Ferreira é um homem que também navega no nosso mar. Genro do nosso amigo Samuel Corujo, é o seu substituto na mesma roda de leme. Podem navegar nas suas águas em Barcos em Garrafas.




3 comentários:

Ana Maria Lopes disse...

Gostei de ver o Sr. José Alberto a navegar no seu mar de garrafas.
Ter-se-á já inspirado para o Santa Maria Manuela renascido das cinzas?
Espero que sim. Temos de conversar.
Parabéns aos dois navegadores, pela habilidade, paciência e criatividade.

Anónimo disse...

Agradeço o seu post sobre o meu trabalho e, mais ainda, a referência ao meu sogro, Samuel Corujo. Parabéns pelo seu blog e pelas informações que disponibiliza a todos os interessados por estes assuntos. Estarei ao seu dispor sempre que vier a Ílhavo ou precisar de alguma coisa da minha parte. Cumprimentos,

José Alberto

David Luna de Carvalho disse...

Terei muito gosto, obrigado!