Translator / Traducteur / Übersetzer / översättaren / переводчик / 翻訳者

O NOSSO PROPÓSITO

O Capitão Haddock da banda desenhada do Tintin é uma boa caricatura de como se atribui a relação entre o mar e as garrafas ao alcoolismo dos marinheiros. No entanto a relação que mais nos interessa é a de que os marinheiros tinham com as garrafas já vazias. Tal como com o álcool, a atenção requerida pela introdução de modelos de veleiros no interior de garrafas -pelos seus gargalos- fazia-os evadirem-se da sua dura realidade. Ao contrário das fantasias de Baco o resultado desta outra relação era uma fantasia perdurável com um significado quase bíblico, o do buraco da agulha e do camelo.

O Mar das Garrafas será um espaço de divulgação de uma arte que, mais do que uma evasão, constitui um meio de trabalhar a persistência. Aqui apresentarei trabalhos já realizados, outros a realizar, trabalhos de outros, os resultados da minha pesquisa contínua sobre a história e as mútiplas envolvências desta arte, especialmente a das embarcações tradicionais.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

As águas interiores do Titicaca

Há muitos anos, talvez mais de vinte, vi um documentário chamado "Os últimos marinheiros".  Este documentário, com imagens de grande beleza, incidia sobre as embarcações, veleiras, de trabalho,  em África, Ásia, América e Oceânia, uma vez que na Europa já não existem como tal. A primeira embarcação do documentário era a Balsa do grande lago da América Latina, lago Titicaca.

Nunca vi nenhum "Mar de Garrafa" com uma balsa do Titicaca, tenho a certeza que seria um "mar" lindíssimo. Quem conhece uma miniatura destas num barco em garrafa?













































Deixo-vos com o genérico e o primeiro documentário de "Os Últimos Marinheiros"




Sem comentários: