Translator / Traducteur / Übersetzer / översättaren / переводчик / 翻訳者

O NOSSO PROPÓSITO

O Capitão Haddock da banda desenhada do Tintin é uma boa caricatura de como se atribui a relação entre o mar e as garrafas ao alcoolismo dos marinheiros. No entanto a relação que mais nos interessa é a de que os marinheiros tinham com as garrafas já vazias. Tal como com o álcool, a atenção requerida pela introdução de modelos de veleiros no interior de garrafas -pelos seus gargalos- fazia-os evadirem-se da sua dura realidade. Ao contrário das fantasias de Baco o resultado desta outra relação era uma fantasia perdurável com um significado quase bíblico, o do buraco da agulha e do camelo.

O Mar das Garrafas será um espaço de divulgação de uma arte que, mais do que uma evasão, constitui um meio de trabalhar a persistência. Aqui apresentarei trabalhos já realizados, outros a realizar, trabalhos de outros, os resultados da minha pesquisa contínua sobre a história e as mútiplas envolvências desta arte, especialmente a das embarcações tradicionais.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Outra vez o "Blue Nose"


Já tínhamos falado do celebérrimo "Blue Nose", uma escuna canadiana de pesca ao bacalhau, vencedora das regatas que se faziam entre elas, como se pode rever num filme já apresentado aqui.



As escunas Bluenose e Henry Ford de Gloucester

Encontrámos o vídeo que se segue sobre um "mar" alusivo a essas corridas.




Como se pode verificar depois de alguma atenção o mar deste "Mar" é feito de cera... reparem como se ajusta ao vidro da garrafa!
...

1 comentário:

Sergio Nunes disse...

Olá David

Eu ainda não conhecia este trabalho e achei muito interessante o destaque que deu ao mar. Nunca pensei que pudesse faze-lo de cera.

O modelo do barco sem sombra de dúvida é lindo...

Abraços.

Sergio