Translator / Traducteur / Übersetzer / översättaren / переводчик / 翻訳者

O NOSSO PROPÓSITO

O Capitão Haddock da banda desenhada do Tintin é uma boa caricatura de como se atribui a relação entre o mar e as garrafas ao alcoolismo dos marinheiros. No entanto a relação que mais nos interessa é a de que os marinheiros tinham com as garrafas já vazias. Tal como com o álcool, a atenção requerida pela introdução de modelos de veleiros no interior de garrafas -pelos seus gargalos- fazia-os evadirem-se da sua dura realidade. Ao contrário das fantasias de Baco o resultado desta outra relação era uma fantasia perdurável com um significado quase bíblico, o do buraco da agulha e do camelo.

O Mar das Garrafas será um espaço de divulgação de uma arte que, mais do que uma evasão, constitui um meio de trabalhar a persistência. Aqui apresentarei trabalhos já realizados, outros a realizar, trabalhos de outros, os resultados da minha pesquisa contínua sobre a história e as mútiplas envolvências desta arte, especialmente a das embarcações tradicionais.

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Bounty - IN MEMORIAN


A Réplica da Bounty foi vítima da tempestade Sandy, este "motim" da natureza fez também sucumbir um tripulante e o seu skipper, a quem prestamos a nossa homenagem.

Clique na imagem para a ampliar

 Fiquem agora com fotografias da bela embarcação e da sua celebração em "mares de garrafas":


Clique na foto para a ampliar

Gabrielle Rogers



Alain Trégou


















...

domingo, 28 de outubro de 2012

O meu primeiro "mar" de garrafa: Madalena do Pico



 A minha primeira miniatura no interior de uma garrafa resultou de uma visita às ilhas do Faial e do Pico no Arquipélago dos Açores em 1985. No Pico recolhi a imagem, explêndida, da Vila da Madalena emoldurada pela grande montanha. O veleiro foi baseado num que estava no porto da Horta, Faial, uma belíssima escuna!

Clique na imagem para a ampliar

Clique em cima da imagem para a aumentar



























A garrafa foi recolhida na Horta, Faial e só podia ser de gin Gordon's, a  célebre bebida do, não menos celebrado, Peter Café Sport.
...

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

iClone 3D Video Buddelschiff


Mais"Mares" em 3D (Pode ver os outros clicando aqui, aqui, aqui, aqui e aqui).





...

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

"Mares" publicitários: ships in vodka!


 Absolut vodka


 Absolut sea in bottle!


sexta-feira, 12 de outubro de 2012

"Mares" juvenis


Em 1989 estive como professor na Escola Álvaro Velho, no Lavradio e criei aí um clube de miniaturismo de embarcações tradicionais portuguesas em garrafas. Os participantes foram miúdos entre os 9 e os 11 anos, um deles paraplégico e vejam só o que fizeram em diversas garrafas de whisky, uma excelente colecção de embarcações que os seus avós viam no Rio Tejo, perto da escola!


Caíque



















Caíque













Caíque


















Canoas da Picada




Canoa da Picada

Canoas da Picada





































Hiate de Setúbal



Hiate de Setúbal
















Muleta do Seixal  (desenho de D. Carlos)















Muleta do Seixal


















...

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

A Muleta da Ana, a história de um erro!


O Museu da Marinha em Lisboa exibe um belíssimo quadro, com uma das mais estranhas embarcações que existiram e por quem me apaixonei totalmente, como se pode deduzir ao ver a imagem no cabeçalho deste blog: a Muleta do rio Tejo.
 


Um dos primeiros modelos que realizei foi inspirado nesse quadro e ofereci-a à Ana, minha mulher.




 

 
 


Clique na foto para a aumentar


 Muitos anos depois de a ter realizado comecei a achar que a garrafa estava boa na composição e nas cores, mas que a miniatura da Muleta era demasiado imperfeita e ingénua. Quando a Ana deu por ela, eu tinha desmanchado totalmente a garrafa para a refazer com uma muleta realizada com todo o rigor. Ainda está zangada comigo pelo que fiz em nome da perfeição e, apesar de já ter um casco perfeito da nova Muleta, como se pode ver a seguir, começo a achar que ela tem razão quando diz que nunca conseguirei voltar a realizar a harmonia que havia no primeiro trabalho!

 




...de bem intencionados está o inferno cheio!


...