Translator / Traducteur / Übersetzer / översättaren / переводчик / 翻訳者

O NOSSO PROPÓSITO

O Capitão Haddock da banda desenhada do Tintin é uma boa caricatura de como se atribui a relação entre o mar e as garrafas ao alcoolismo dos marinheiros. No entanto a relação que mais nos interessa é a de que os marinheiros tinham com as garrafas já vazias. Tal como com o álcool, a atenção requerida pela introdução de modelos de veleiros no interior de garrafas -pelos seus gargalos- fazia-os evadirem-se da sua dura realidade. Ao contrário das fantasias de Baco o resultado desta outra relação era uma fantasia perdurável com um significado quase bíblico, o do buraco da agulha e do camelo.

O Mar das Garrafas será um espaço de divulgação de uma arte que, mais do que uma evasão, constitui um meio de trabalhar a persistência. Aqui apresentarei trabalhos já realizados, outros a realizar, trabalhos de outros, os resultados da minha pesquisa contínua sobre a história e as mútiplas envolvências desta arte, especialmente a das embarcações tradicionais.

domingo, 2 de dezembro de 2012

Os "Mares" de Richard Bohlman


Richard Bohlman (Rikhardr Inn Vegandi Svannson) é um companheiro da SIBAA e acabou de realizar um "Mar" dedicado ao célebre veleiro baleeiro norte americano Charles Morgan. 

Richard foi publicando fotografias do seu trabalho por fases no forum Ship in Bottles Builders e deu-me a sua autorização para as publicar. Ao ver o trabalho de Richard Bohlman apercebemo-nos de três grandes qualidades: boa investigação documental, execução do trabalho de modo muito limpo e originalidade (reparem como a garrafa escolhida tem pequenas bolhas no vidro que nos sugerem chuva), fiquem com as imagens!

 

O Charles Morgan tal como é preservado no Mystic Seaport Museum
Os planos




 

 

 

 

 


As ferramentas




A forma do casco realizado através do método de corte e desgaste de um bloco de madeira

Com o leme, quilha e beque
Camarotes de ré, telheiro, forno, cabrestante e onte de proa








 










As canoas baleeiras de cinco remadores
Mastros, vergas e gáveas

 





A primeira pintura


Pintura do casco terminada

Os cabos no gurupés


Com os mastros









Mastros pintados

Com os estais e algumas enxárcias










Com os restantes cabos e as velas

A garrafa









Velejando em tempo de semi-borrasca!

...

1 comentário:

Sergio Nunes disse...

Olá David

Sem dúvida uma linda miniatura. É bem legal podermos ver os passos percorridos pelo autor até o engarrafamento do veleiro.

Um abraço.

Sergio Nunes