Translator / Traducteur / Übersetzer / översättaren / переводчик / 翻訳者

O NOSSO PROPÓSITO

O Capitão Haddock da banda desenhada do Tintin é uma boa caricatura de como se atribui a relação entre o mar e as garrafas ao alcoolismo dos marinheiros. No entanto a relação que mais nos interessa é a de que os marinheiros tinham com as garrafas já vazias. Tal como com o álcool, a atenção requerida pela introdução de modelos de veleiros no interior de garrafas -pelos seus gargalos- fazia-os evadirem-se da sua dura realidade. Ao contrário das fantasias de Baco o resultado desta outra relação era uma fantasia perdurável com um significado quase bíblico, o do buraco da agulha e do camelo.

O Mar das Garrafas será um espaço de divulgação de uma arte que, mais do que uma evasão, constitui um meio de trabalhar a persistência. Aqui apresentarei trabalhos já realizados, outros a realizar, trabalhos de outros, os resultados da minha pesquisa contínua sobre a história e as mútiplas envolvências desta arte, especialmente a das embarcações tradicionais.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

The "Charles Morgan" in Bottle by Heather Gabrielle Rogers






Heather Gabrielle Rogers is a builder of ships in bottles with great creativity and art, and extremely rigorous. Today I published pictures of his whaling ship "Charles Morgan" to refer the premiere of the film "In the Heart of the Sea". The context of the narrator's scenes is a room of an old sailor, full of ships in bottles, performed in fact by Gabrielle Heather Rogers.
With this post we close the year 2015 and we wish you a good year 2016!
 
Charles Morgan


"In the Heart of the Sea"

Heather Gabrielle Rogers, é uma construtora de barcos em garrafas com grande criatividade e arte, além de extremamente rigorosa. Hoje publicamos imagens do seu navio baleeiro "Charles Morgan" para referenciar a estreia do filme "No Coração do Mar". Diga-se que o contexto das cenas do narrador é uma sala de um velho marinheiro, repleta de barcos em garrafas, realizadas na realidade por Heather Gabrielle Rogers. Com este post despedimo-nos do ano de 2015 e desejamo-vos um bom ano de 2016!

 





Heather Gabrielle Rogers est une constructrice de bateaux dans des bouteilles avec une grande créativité, l'art et extrêmement rigoureuse. Aujourd'hui, nous publions des photos de son navire baleinier "Charles Morgan" pour faire référence à la première du film "Au cœur de l'océan". Le contexte des scènes du narrateur de ce film est une chambre d'un vieux marin, plein de bateaux en bouteilles, faites en effet par Gabrielle Heather Rogers. Avec ce post nous fermons l'année 2015 et nous vous souhaitons une bonne année 2016!









Heather Gabrielle Rogers es una constructora de barcos en botellas con gran creatividad, arte  y extremadamente rigurosa. Hoy publicamos fotos de su barco ballenero "Charles Morgan" para hacer referencia al estreno de la película "En el corazón del mar". El contexto de las escenas del narrador de esta película es una habitación de un viejo marinero, lleno de barcos en botellas, hecho por Gabrielle Heather Rogers. Con este post cerramos el año 2015 y les deseamos un buen año 2016!







Gabrielle è un costruttore di barche in bottiglie con grande creatività, l'arte e estremamente rigorosa. Oggi pubblichiamo le foto della sua baleniera "Charles Morgan" per fare riferimento alla premiere del film "In the Heart of the Sea". Il contesto delle scene del narratore di questo film è una stanza di un vecchio marinaio, pieno di barche in bottiglia, realizzato da Gabrielle Heather Rogers. Con questo post si chiude l'anno 2015 e vi auguriamo un buon anno 2016!
 







...

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

A ship in bottle for a pound of tea ....happy Christmas!






O Museu Real de Alberta adquiriu uma vasta coleção de arte feita por prisioneiros de guerra internados no Canadá durante a Segunda Guerra Mundial. Cerca de 35.000 prisioneiros de guerra foram internados no Canadá durante a Segunda Guerra Mundial - a maioria deles alemães. O que não foi confiscado por guardas foi vendido frequentemente para eles. Um navio em uma garrafa supostamente foi trocada por uma libra de chá.

 



The Royal Alberta Museum has acquired a vast collection of art made by prisoners of war interned in Canada during the Second World War. Nearly 35,000 prisoners of war were interned in Canada during the Second World War – the majority of them German. What wasn’t confiscated by guards was often sold to them. A ship in a bottle was supposedly traded for a pound of tea.


Le Musée royal de l'Alberta a acquis une vaste collection d'art réalisés par les prisonniers de guerre internés au Canada pendant la Seconde Guerre mondiale. Près de 35 000 prisonniers de guerre ont été internées au Canada pendant la Seconde Guerre mondiale - la majorité d'entre eux en allemand. Ce qui n'a pas confisqué par des gardes a été souvent vendu à eux. Un bateau dans une bouteille aurait été échangé pour un livre de thé.
 



El Royal Alberta Museum ha adquirido una vasta colección de arte hecho por los prisioneros de guerra internados en Canadá durante la Segunda Guerra Mundial. Cerca de 35.000 prisioneros de guerra fueron internados en Canadá durante la Segunda Guerra Mundial - la mayoría de ellos alemán. Lo que no fue confiscado por los guardias se vende a menudo a ellos. Un barco en una botella fue supuestamente negoció por una libra de té.


L'Alberta Museo Reale ha acquisito una vasta collezione d'arte fatta da prigionieri di guerra internati in Canada durante la Seconda Guerra Mondiale. Quasi 35.000 prigionieri di guerra furono internati in Canada durante la seconda guerra mondiale - la maggior parte di loro tedesca. Ciò che non è stato confiscato dalle guardie era spesso venduto a loro. Una nave in una bottiglia è stata apparentemente scambiato per una libbra di .


...