Translator / Traducteur / Übersetzer / översättaren / переводчик / 翻訳者

O NOSSO PROPÓSITO

O Capitão Haddock da banda desenhada do Tintin é uma boa caricatura de como se atribui a relação entre o mar e as garrafas ao alcoolismo dos marinheiros. No entanto a relação que mais nos interessa é a de que os marinheiros tinham com as garrafas já vazias. Tal como com o álcool, a atenção requerida pela introdução de modelos de veleiros no interior de garrafas -pelos seus gargalos- fazia-os evadirem-se da sua dura realidade. Ao contrário das fantasias de Baco o resultado desta outra relação era uma fantasia perdurável com um significado quase bíblico, o do buraco da agulha e do camelo.

O Mar das Garrafas será um espaço de divulgação de uma arte que, mais do que uma evasão, constitui um meio de trabalhar a persistência. Aqui apresentarei trabalhos já realizados, outros a realizar, trabalhos de outros, os resultados da minha pesquisa contínua sobre a história e as mútiplas envolvências desta arte, especialmente a das embarcações tradicionais.

sábado, 10 de julho de 2010

O primeiro "Mar"

Eliseu Guerra é o nome de alguém que teve uma grande significado para mim, pois, mal lhe contei que fazia barcos em garrafas e o modo como o fazia lançou-se  de imediato, com enorme entusiasmo, na construção de um modelo. Sendo nessa altura meu aluno e demonstrando uma sistemática vontade de aprender e fazer, Eliseu  não desperdiçava oportunidades de se lançar nas aventuras do conhecimento, da experimentação e, também, do maravilhoso. Dedico-lhe hoje este post, porque consegui falar com ele, coisa que quis fazer desde que iniciei este blogue mas não sabia do seu contacto. É que o Guerra também me ensinou muito, nomeadamente, como sobreviver a desentendimentos com programas informáticos.




Como se pode ver o primeiro "Mar" do Eliseu foi um cutter colocado numa garrafa cuidadosamente escolhida para que a embarcação fosse bem vista. Para alguns pode parecer sinal de ingenuidade procurar uma garrafa tão boa para um primeiro modelo. A mim parece-me exactamente a melhor escolha para preservar a "primeira vez", o "primeiro Mar".

Eliseu, já temos mais modelos?

1 comentário:

Sergio Nunes disse...

Vejo que você também se interessa em ensinar essa arte a outras pessoas; isso é muito bom!!! Um abraço. Sergio Nunes